22 abril, 2012

Falo de ti às pedras das estradas


Um filme que carateriza o tormento de uma vida atormentada por solidão, palavras e desespero...que tantas vezes nos atormenta  e por mais que nos tentemos libertar, parece algo que não nos abonda...

Deixo um poema ...

Falo de ti às pedras das estradas

Falo de ti às pedras das estradas,
E ao sol que e louro como o teu olhar,
Falo ao rio, que desdobra a faiscar,
Vestidos de princesas e de fadas;

Falo às gaivotas de asas desdobradas,
Lembrando lenços brancos a acenar,
E aos mastros que apunhalam o luar
Na solidão das noites consteladas;

Digo os anseios, os sonhos, os desejos
Donde a tua alma, tonta de vitória,
Levanta ao céu a torre dos meus beijos!

E os meus gritos de amor, cruzando o espaço,
Sobre os brocados fúlgidos da glória,
São astros que me tombam do regaço!


Florbela Espanca, in "A Mensageira das Violetas"

um abraço tulipa

8 comentários:

Secreta disse...

Ainda não tive oportunidade de ir ver, mas estou ansiosa! Mais não seja, alugo ou compro, quando sair em DVD :)
Florbela Espanca será sempre a poetisa com quem mais me identifico.
Beijito.

elvira carvalho disse...

Ainda não vi o filme. Nem sei se irei ver. Afinal ainda que ache que isto é uma heresia, Florbela Espanca não é das minhas poetisas preferidas.
Reconheço-lhe o talento, gosto de dois ou três poemas, mas no geral não.
Um abraço e bom feriado

... disse...

florbela espanca! sempre tão bom ler.
um beijo

Secreta disse...

Bom fim de semana :)

Mary J. disse...

Como eu quero ver este filme!
E esse poema é de certo, um dos melhores dela.

:) Beijinhos!*

Maria Rodrigues disse...

Florbela Espanca é sempre uma excelente escolha.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Secreta disse...

Vim ler-te...
Espero que tudo esteja bem contigo.
Beijito.

Secreta disse...

Estou com problemas na net e não sei se enviei a minha mensagem...
dizia que gostaria que me enviasses um email para secreta@simplesnet.pt com o teu email para te enviar um convite para poderes ler o meu blog, visto que o privei.
Beijito.