15 outubro, 2011

o que dizem os teus olhos...

O que dizem os teus olhos que esboço na tela
Com lápis de carvão em contornos suaves
O que dizem os teus olhos todas as manhãs
Quando olham o amanhecer e abraçam o sonho
O que dizem os teus olhos no silêncio da noite
E se cruzam com os meus na emoção do momento
O que dizem os teus olhos quando vagueiam perdidos
E pedem em silêncio um abraço que não abraça
O que dizem os teus olhos quando frios e ausentes
Não procuram os meus e não sorriem
Gélidos me olham com distância e vagueiam
No cair da noite olham o mar e gritam em silêncio
No anoitecer de cada dia e que traço na tela da vida.
O que dizem os teus olhos, que um dia foram os meus...

Um abraço tulipa



8 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

O verso e o reverso do amor...por vezes apenas temos uma presença ausente.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

tulipa disse...

e outras nada temos...um abraço
tulipa

© Maria Manuel disse...

gostei deste poema de afectos, amor e desamor, ausência e presença, através do olhar.

abraço.

Elisa T. Campos disse...

Que lindo tulipa

bjs

quanto pesa o vento? disse...

dizem aquilo que tu delicadamente escreveste.
gostei muito.
abraço.

elvira carvalho disse...

Eu não sei o que dizem os olhos dele. Mas os meus dizem que gostaram do poema, pese o desacerto de sentimentos que põe laivos de tristeza nos seus versos.
Um abraço e uma boa semana

Secreta disse...

O que dizem esses olhos, perdidos no tempo?
...
Beijito.

Mary J. disse...

Acho que deves de estar numa fase complicada da tua vida.. Não deixes mesmo que isso te tire o teu valor, porque isso aconteceu-me e foi complicado..
Não conhecia o teu blogue, mas gostei imenso dos teus poemas, e dos teus textos. :)
Beijinhos, e espero resposta no meu blogue!*