30 agosto, 2011

uma lágrima...


Uma lágrima…

Pelo beijo que não sei se voltarei a dar
Pelo afago que sufoquei tantas vezes
Pelos sonhos que tive sozinha
Pelo encontro que não saberei se terei
Pelo sonho que sinto a fugir
Pelo sonho que não tens coragem de sonhar.

Uma lágrima...

Pela aliança que não coloquei
Pelo olhar que talvez não volte a cruzar
Pela valsa que não dancei
Pela música que será sempre nossa
Pela mão  que estás a deixar fugir
Pela frieza que sinto na tua voz
Pela dança que tu e eu não dançámos
Pela música que não escutámos.

Uma lágrima...

Pela espera, pelo sonho desfeito
Pela espera da vida...sem vida
Pelo ápice do fim...sem fim

Uma lágrima,

Por tudo que queria viver e não vivi…
Pelo amor que te tenho e que sinto
Que estás a deixar escapar

Uma lágrima,
Por não podermos ter um caminho comum.