18 julho, 2010

Um rosto...


Um rosto, um contorno


Um sorriso, um silêncio profundo

Um rosto, uma cor fria e quente

Um olhar, que ama, que mata

Um rosto que caminha indiferente

Ao que vê ou sente

Um rosto, um ser, uma vida

Que chora, ri, ama, odeia

Um ser que não é feito

Em pedra esculpida

Mas que abriga uma alma

Que chora e ri, que vive

Que sobrevive num muro

Escúlpido na dor, na amargura

Um rosto que um dia vi por aí

Que guardei de forma  indefinida

No vazio do dia e da noite

Porque já não sei a cor do seu sorriso.

 
Um abraço tulipa

9 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida
Lindo poema, feito de ausências, adorei.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

RETIRO do ÉDEN disse...

A saudade a pular num coração que não é de pedra.
Uma boa semana, e um forte abraço.
Mer

Valéria Gomes disse...

Muito lindo!!!

Beijos no coração!!!

Zé Afonso disse...

de "forma indefinida" guardamos sorrisos no ar!

Abraço

Secreta disse...

Um rosto diz-nos tanto, e tão pouco...

Secreta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Apenas eu disse...

fica o rosto, os contornos que se vão esbatendo com o tempo a ideia do sorriso e fica tudo isso em nós, e a isso também se chama saudade.

cada vez mais gosto de te ler.

beijinho

Lilá(s) disse...

A saudade fica, as recordações também com ou sem cor.
Bjs

legalmente loira... disse...

PRA VOCE O MEU CARINHO

Queria dizer que eu poderia pegar
uma mensagem qualquer e te enviar, mas preferi colocar algumas palavras
para VOCE que é a pessoa que me faz bem, esta presente nos meus dias
bons e ruins e me faz companhia através dessa tela.

Chorei com
algumas histórias, chorei de tanto rir, fiquei triste com partidas, mas
sou mto feliz com VOCE que me deixa fazer parte da sua vida e divide
comigo seus momentos.

Muito Obrigado por sua confiança, sua
amizade...
Receba sempre meu Respeito, Carinho e Atenção. Gosto mto
de VOCE.

FELIZ DIA DO AMIGO

Bjo carinhoso..
um rosto diz muito e deixa muitas saudades....