08 abril, 2010

vendaval da vida...






Tantas vezes na vida

Afastei-me do mundo

Das pessoas que amei

À procura de um novo rumo…

À procura de mim…



Nessa procura

Senti-me só

Num mundo cheio de gente

Tantas vezes sorri

Pensando ter encontrado

O que procurava…

Engano…



Continuei o meu caminho…

Umas vezes a sorrir, outras a chorar

Umas tropecei outras levantei-me

Um dia conquistei os sonhos

Que tanto procurei...



Quando pensava que tinha

Passado por tudo

Voltava a cair...

Nos sonhos desfeitos.



Nessa luta segui o meu caminho

Entre um sorriso e uma lágrima

Plantei as sementes dos meus sonhos

Alguns floriram

Outros morreram…

Antes de darem flor…



No vendaval da vida

Aprendi que temos de semear

Nem todas as sementes vão florir

Temos que acreditar e regar

Cada uma com carinho

Nunca sabemos se um dia

Nascerá a flor mais bonita do jardim.

 
um abraço
tulipa

13 comentários:

Valéria Gomes disse...

Que bom que chegaste a essa conclusão! Pensando assim, poderemos construir muitos castelos e nunca lamentaremos pelos que não ficarem de pé. Já que a vida é de buscas, não devemos parar nunca. O sentido é este mesmo, correremos atrás de um sonho, até que apareça outro e mais outro...
Posso afirmar-te que a busca jamais cessa.

Muitos beijos!!!

direitinho disse...

Pois é...! Caindo e levantando...Caminhando e outras sentados...pensamos na vida e sempre teimamos em seguir o rumo mais certo, o mais justo e o melhor de todos.
Devemos continuar esta luta todos os dias.

AFRICA EM POESIA disse...

SAudades...

O céu é uma tela que nos fascina e nos faz sonhar...




CÉU


Como é belo e límpido o céu azul...
Céu, cheio de nuvens lindas e desenhadas.
Onde os pássaros voam em bando...
E onde eu gostava de morar...

Morar lá longe, morar lá no alto...
Sem ninguém... e ficar sózinha...
Onde me movesse... voando...
E não sentisse... que tu existias...
Como seria bom... poder estar só!...

Sózinha... comigo...
E com mais ninguém...
Queria sentir... que era livre...
E que dentro de mim... no meio das nuvens...
Não existia nada... que me recordasse...
Que tu também existias!...

LILI LARANJO

Sonhadora disse...

Minha querida amiga
Lindo o teu poema...a vida é mesmo assim.
Deixo o meu carinho e um beijinho.

Sonhadora

RETIRO do ÉDEN disse...

A vida pode ser uma poesia se fizermos dela um poema.
bjs.
mer

saudade disse...

A vida dá mil voltas, e nem todas as sementes , nascem e dão flor, mas para saber isso é nessesário semeá-las todas e trata-las da mesma forma, umas vão morrer, outras concertesa vão florir....
Saudade

Maria disse...

A vida é mesmo assim, feita de alegrias e tristezas, sonhos realizados e sonhos desfeitos. Vamos seguindo e o importante é realmente semear, semear a alegria, os sonhos, a esperança, o amor.
Adorei seu espaço, irei seguir com muito gosto.
Bom fim de semana.
bjs
Maria

Lilá(s) disse...

Nestas reviravoltas da vida tanto aprendemos, tanto ganhamos! tanto perdemos! mas não deixes de semear um dia nascerá a flor mais linda, acredita.
Bjs

legalmente loira... disse...

"A primavera chegará,
mesmo que ninguém mais saiba seu nome,
nem acredite no calendário,
nem possua jardim para recebê-la."

Cecília Meireles


Beijos poéticos de Bom dia!
(ausente por motivo de saude voltando devagar
com muitas saudades)

Pedrasnuas disse...

É EXACTAMENTE ISSO...NUNCA SABERMOS...POR ISSO VAMOS LÁ REGAR PARA DEPOIS NÃO NOS AREPENDERMOS...

ABRAÇO

legalmente loira... disse...

querida amiga, amei seu poema é tudo encantador aqui.
sim tem horas que a gente tem que se afastar para que tudo retorne ao normal.
obrigada pelo seu carinho.
um abraço com carinho da rita.
bjos.
Esta vida é uma viagem, pena eu estar só de passagem ... Paulo Leminski

legalmente loira... disse...

Olá amiga

Obrigada pela visita e gentil comentário.
otima semana bjos.
linda poesia.

legalmente loira... disse...

um abraço com carinho da amiga rita.
bjos.