21 outubro, 2009

escuridão e silêncio


Assim me sinto uma àrvore que teima em ficar de pé...solitária...na escuridão , no silêncio da noite fria...
A chuva caí lá fora, o vento balanceia e eu entregue aos meus medos , dúvidas e anseios...na solidão da noite....mantenho-me de pé!

Amanhã é um novo dia e a luz tira-me da escuridão...mas no interior ela continua.....
E vai solta por aí, colada em mim...
 Mas amanhã é um novo dia....


um poema escrito algum tempo , mas que parece actual...

A noite escureceu


A chuva cai,

A tristeza habita em mim

Preocupações,

Medos , angústias

Dúvidas

Palavras que saem

E ferem

Sorrisos que se escondem

Em lágrimas perdidas

Às vezes fico perdida

Sem saber por onde caminhar

Por onde seguir

Perdida nas dúvidas

Nos imprevistos na vida…



Olho a noite escura

Que parece sentir a minha dor

E se colocou de luto

Para comigo em silêncio

Esconder a tristeza!



Tenho tanto trabalho

Não consigo fazer

Aptecia-me parar um pouco

Não posso

Queria ter paciência para vocês

Não sou capaz

Queria entender o teu sofrer

E ter sempre um abraço apertado

Mas calo o que sinto

E deixo sair palavras…perdidas…

um abraço tulipa


16 comentários:

RETIRO do ÉDEN disse...

Querida Tulipa,

Neste momento chove torrencialmente, quer lá fora quer dentro de mim.

Todos temos muita tormenta uns por uma coisa, outros por outra...

Só há um caminho... acredita que é verdade....por mais voltas que se dê temos de entregar e confiar em DEUS nosso Pai.

ELE é o único que sabe o que está a fazer, o que realmente precisamos para nosso crescimento interior.

O que nos parece por vezes ser bom poderá não ser assim. Só mesmo ELE sabe.
Entrega-te a ELE por favor e não desanimes mais, nem te percas.

ACREDITAR é a palavra mágica.

Tens de arranjar prioridades para as tuas tarefas e a pouco e pouco vais deglutinando o "elefante"= a excesso de trabalho.

Agradece teres trabalho, porque há muita gente que não o consegue!

Recebe um perdão por te estar a dizer tudo isto...provavelmente excedi-me e não deveria...
Quem sou eu a armar-me em forte!

Uma vez mais perdoa.

Forte, forte abraço de calma e serenidade e muito amor fraternal.

Mer

Lilá(s) disse...

Que lindo tulipa! penso que toda a gente se anda a sentir mal... tão actual o teu texto e poesia.
Adorei
Bjs

Fernanda disse...

Gosto de ler o que escreves, é muito como te sentes, muito pessoal...
E, assim, é sempre mais fácil ultrapassar o desanimo e a tristeza...
Acredito, que sejas uma mulher forte.
Só, sendo assim, é que se é capaz de desabafar e ficar mais leve.


Um abraço e um bom resto de semana

a disse...

Por maior que seja a tempestade, o vento leva-a para longe e o dia amanhece luminoso.

É um novo dia que começa.

Bj

Smile disse...

Quando comecei a ler o teu post lembrei-me da grande Palmira Bastos na peça de teatro “As árvores morrem de pé”
E por mais que a chuva e o vento nos dobrem continuemos de pé como as árvores, porque existe sempre uma Primavera.
Beijinhos sorridentes

Sereia disse...

Maravilhoooooooooooso o q escreve...
Tudo de muito bom gosto...
Uma linda noite
Bjs

Apenas eu disse...

Tulipa, há momentos assim. eu quero pensar e acredito que são fases da vida, que como tal passam.
Mas faz parte. é dificil mas faz parte

Sereia disse...

Menina muito obrigado por tua visita,adorei!!!!
beijos,eu volto,rsrsrsrsr

Jacarée disse...

Existem momentos marcantes...
Votos de um bom fim-de-semana.
Bjs e borrifes de Jacare

Fábrica de Letras disse...

Nós somos a Fábrica de Letras.
Estamos a iniciar um projecto de blogagens colectivas.
Pretendemos que os bloguers portugueses possam interagir e dar-se a conhecer.
No dia 1 de cada mês, a Fábrica de Letras lançará um tema. Para participar basta escrever um texto sobre o tema proposto e inscrever-se no link que estará à disposição no blog, no dia 15 de cada mês.
Podem ser usados textos,poemas, contos, fotos ou vídeos. Participa, divulga!

as velas ardem ate ao fim disse...

um abraço muito apertadinho, minha querida.

Lilá(s) disse...

BOM FIM DE SEMANA E UM BEIJINHO

RETIRO do ÉDEN disse...

Amiga,

Convido-a a passar pelo retirito.

Boa semana

"Que o Senhor te dê o essencial"

Bjs.
Mer

Secreta disse...

A escuridão tem sempre uma saída!Beijito.

Jacarée disse...

Tulipa!
Dias cinzentos... noites...
Assim nascem os dias deprimidos... das devassas dores sentidas.
Noites mal dormidas, sonhos desfeitos,pesadelos descortinam-se Inquietações, dúvidas da vida moderna. Os minutos, horas passam e a ampulheta acelera... os tormentos as palavras mudas no silêncio da noite queimam a alma.
No entanto temos que ter esperança, força e coragem melhores dias virão, quando uma porta se fecha abre-se uma janela para deixar passar o brilho do SOL
A bonança acaba sempre por ressucitar.
Bjs e borrifes de Jacarée

Pedrasnuas disse...

TODOS SOMOS NAÚFRAGOS DA VIDA... EM DETERMINADOS MOMENTOS SENTIMOS QUE AFUNDAMOS,QUE RAJADAS DE VENTO NOS CHICOTEARAM MAS É PRECISO CONTINUAR...E HÁ SEMPRE CORAGEM DENTRO DE NÓS...BEM LÁ NO FUNDO !!!

FORÇA E DETERMINAÇÃO...JÁ PASSASTE POR OUTROS VENDAVAIS...

ABRAÇO