07 março, 2009

um poema ao acaso...




Palavras e mais palavras…


Palavras ditas e inacabadas…
Sorrisos escondidos no verbo amar
Melodia inacabada de um verbo por conjugar
Um abraço apertado no silêncio do medo
Palavras caladas e silenciadas
Na dor do querer, no medo do ter.
Palavras que não saem, num verbo por inventar
Num verbo que não sei conjugar
Num futuro incerto
Num passado do verbo magoar
Das amizades perdidas
Dos enganos do tempo
Dos amores que não vivi
Dos sonhos que esqueci.
Palavras são palavras
Que não as leva o vento.
Ficam guardadas num sempre.
Palavras são doçuras
Num coração magoado
Palavras ditas na raiva
São flechas que matam
Que fazem sangrar uma
Ferida que não se vê.
Palavras e mais palavras
Palavras que não ouvi, que não disse
Palavras que tenho medo, palavras que receio
Palavras que não escuto, palavras que invento
Palavras conjugadas no passado…
Presente e futuro…
Palavras e mais palavras num mundo
Cada vez mais silencioso de afectos
Em que não há tempo nem para uma palavra.



A poesia é uma paixão escolhi este entre dezenas...centenas que tenho e fui perdendo....

Um abraço especial para todas as mulheres...

Tulipa

9 comentários:

Pedrasnuas disse...

Gostei muito da foto e do poema e destaco a parte final

"Palavras e mais palavras num mundo
Cada vez mais silencioso de afectos
Em que não há tempo nem para uma palavra."- é tão verdadeiro!!!

Um abraço

NAFTAMOR disse...

Olá!!!

MUITO BONITO

Uma boa semana para ti.

g disse...

Muitas palavras bonitas para ti!

Um grande abraço,

Fernanda disse...

Muito bonito o teu poema...
Há Palavras que mudam o mundo,...mudam uma pessoa,... constroem ou destroem...
O importante é que sejam ditas,... porque são elas, que dão sentido à Vida,...são elas que nos unem ou nos afastam uns dos outros...

Um abraço

Dantins disse...

Muito bonito.
Que todos os dias sejam especiais para ti enquanto mulher.
Um abraço

Delfim Peixoto disse...

Gostei de ler...

Maria disse...

As palavras, depois de ditas, não têm retorno...
Gostei de te ler, neste poema.

Maria Papoila disse...

Tem jeito a pequena!

Continua essa paixão.

fiel.jardineira disse...

O dom da palavra... :)
Bjs