15 março, 2009

Tempo para tudo e para nada...


Hoje o dia esteve de sol, apesar de eu ficar embrenhada no trabalho , nas tarefas caseiras e pouco sentir o seu calor acariciar-me o rosto.

Na vida cada vez mais parecemos não ter tempo para nada...falamos sem olhar a pessoa, fechamos-nos num mundo de tarefas....e ainda há dias aconteceu algo terrivel - Um pai esqueceu-se do filho de 9 meses no carro porque só ia pousar a pasta e...porque o chamaram logo para uma reunião , esqueceu-se do filho no carro e quando foi alertado ...já era tarde, tarde demais!

Uma vida... uma familia destruída.... e isto fez-me pensar que às vezes só os " pés " andam no chão! A cabeça vagueia, perde-se em rotinas e mecanizações.

Tantas vezes já passei por situações em que a dor foi tão forte que se fez " um apagão em mim" .Não sabia como ia ou chegava nem recordo muito do que se passou.

Todos tivemos o nosso tempo para nascer, teremos o nosso tempo para morrer, no intervalo temos tempo para plantar e colher aquilo que plantámos.
Há tempo para sentir saudade, para amar, para esquecer, para viver novos amores…para voltar acreditar.
Há tempo para chorar, rir , lamentar, dançar, beber o café da manhã, desenhar no meu imaginário as linhas do passado e do futuro.

Há tempo para ir saltar as pedras do caminho, de encontrar novas pedras, de as vencer, de as derrubar…
Há tempo para abraçar, para brincar, para rir e brincar, para sonhar e perder…e ganhar.
Há tempo para agarrar o tempo , de o guardar e de o jogar fora…
Há tempo para silenciar sentimentos, tempo para falar, tempo para amar, tempo para sofrer, tempo para ter tempo…mesmo sem tempo.
Há tempo para ter tempo, nós é que por vezes não damos tempo ao tempo …temos sempre tanta pressa para viver a vida…e não sabemos esperar…
Não temos tempo para o tempo… e passamos a vida a dizer não temos tempo...e um dia é tarde demais.

Um abraço e tentem arranjar tempo para aqueles que gostam...porque um dia podem ser eles que já não têm tempo para nós....


tulipa


10 comentários:

g disse...

Bem verdade, há que ter tempo para aquilo que de facto importa, e por vezes só temos tempo para o que não interessa nada.

Bjs

Fernanda disse...

Para esse Pai,...acho que já não vai haver tempo...
Para ele,...o tempo esvaziou-lhe a vida.
É como se o tempo dele, tivesse morrido.
Sem tempo não há esperança e sem esperança a vida não faz sentido...

Quanto ao resto,...concordo com o que dizes...
Achamos sempre que temos tempo, até ao dia em que sentimos que o tempo nos foge e com ele foge também o mais importante...
Enfim,...cada vez estamos mais egoistas e mais dados ás coisas visiveis...quando o mais importante é aquilo que não se vê.

Um abraço

Pedrasnuas disse...

A Fernanda tem razão o tempo traiu esse pai,um esquecimento fatal!!!
De qualquer forma é muito estranho um pai esquecer o próprio filho dentro da viatura!!! Aqui ,de certeza que se passa mais qualquer coisa...o TEMPO dirá...
Na maioria das vezes,dizemos que não temos tempo...o que é uma grande mentira,uma mentira que serve como álibi. Quando dá jeito USAMOS o TEMPO como desculpa!!!

Um abraço com tempo

fiel.jardineira disse...

O tempo...não pára...porque esquecemos isso?
Bjs

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!

Às vezes gostava de ser o tempo.

beijoca

Parapeito disse...

...Eu acho que quendo se quer...se quer mesmo..arranjamos sempre um tempinho...
Quanto ao caso acima referido...trágico...e muito triste..nao vou julgar...digo só que deve ser terrivel o que aquela familia está a passar...que nunca tenhamos de passar por tal horror.

Um abraço*

Maria Papoila disse...

Parece que pelos EUA acontece mais do que devia essa do esquecimento dos filhos.

É preciso ter tempo para o tempo porque senão ele toma conta de nós e a seguir não sei onde vamos parar.

Um abraço

Star disse...

É verdade...um dia o tempo acaba para nós ou para aqueles que amamos...temos é que aproveitar enquanto nos resta algum tempo :)
Quanto a esse pai...a situação é demasiado triste. Ninguém nesta cidade ficou indiferente ao que aconteceu. Marcou toda a gente.
bjcs

BlueVelvet disse...

Tens toda a razão no que escreveste neste texto lindíssimo.
Mas também pode dar-se o caso de que aqueles que agora nos esquecem, quando se lembrarem já ser tarde.
Isto digo eu, que ando um bocado amarga.
Beijinhos

Pegada na areia disse...

E basta um segundo para passar a ter todo o tempo do mundo e sentir que já ninguém precisa do nosso tempo.

beijo