28 outubro, 2008

laço cor-de-rosa


Ontem tive que passar o dia no Instituto Português de Oncologia e enquanto esperava observava as centenas de rostos que entravam e saíam ...
Como a minha especialidade era ginecologia , a sala estava cheia de mulheres, algumas acompanhadas pelos maridos ou namorados outras sozinhas como eu…algumas mantinham conversas como se já se cruzassem naquelas andanças há muitos anos…outras mostravam rostos inseguros e ansiosos porque era a primeira vez...
Eu não era a primeira vez...já vou conhecendo alguns cantos à casa…levei livros para estudar…mas o cansaço venceu…fechei os livros enquanto ia mudando de secção, para fazer os vários exames, tentava ler em cada rosto o sofrimento… a dor que as tinha ali levado...
Echarpes compridas traçadas de uma forma artística tapavam o que talvez já tivesse sido um bonito cabelo, bonés deixavam despontar pequenos sinais…do que poderá voltar a ser o cabelo perdido…
Confesso que não falei com quse ninguém refugiei-me no MP4 e senti-me sozinha…não por estar sozinha ,mas porque no fundo tantos “ amigos” familiares, colegas…sabem que estou com alguns problemas e não houve uma mensagem de ninguém …e mesmo quando cheguei a casa…ninguém se lembrou de me perguntar nada…e hoje no local de trabalho..quando me perguntaram …ainda se puseram a “ gozar” porque aos olhos de toda gente sou sozinha…não há ninguém na minha vida… Ontem só saí de lá já passava das 18h senti o peso de se ter amigos e família e não ter….cada vez questiono mais o valor da verdeira amizade…afinal ao longo da minha vida sempre senti que dei mais do que recebi…e ontem foi mais um dia…afinal só queria sentir que era importante para alguém…que se preocupam com o facto de o meu “ peito estar doente”…e naquelas horas gostava de sentir que o mundo parava um pouco para me dar atenção…
A vida às vezes prega-nos partidas , chega de rompante , quase não nos dá tempo para pensar que rumo seguir....não pede licença e baralha-nos o percurso que pensávamos traçado para cada dia…e nesses momentos achamos que fomos os únicos a quem a vida pregou uma partida…mas no fundo não somos!
Cada um tem a sua vida…a minha amiga de mais de 30 anos formalizou hoje o seu divórcio apesar de há muito se sentir só …começa agora a sentir a solidão de chegar a casa e ter sempre as luzes apagadas…outra amiga de há menos tempo…sabia que eu ia mas nem se lembrou de perguntar nada…e eu não me esqueci que ela hoje ia a uma consulta…mas ela esqueceu-se de mim….Fico triste. Vive embrulhada no trabalho...a ele dedica tudo!

Amanhã o meu reguila maior faz 10 anos….e cada vez me sinto mais que são menos as pessoas…que me rodeiam , me amam ou se preocupam comigo….

Avisem lá os médicos que eu não quero usar lenços artisticamente colocados porque adoro o meu cabelo às madeixas loiras e vermelhas….( risos)
Como fiquei até mais tarde do que previsto devido a exames suplementares recebi o apoio , o carinho do pessoal médico e hospital...que se preocupavam que chovia muito ...se tinha comido alguma coisa e porque ainda tinha uma viagem comprida para fazer...foi bom receber o " carinho" de estranhos...
Origada...
Um abraço tulipa

11 comentários:

kris disse...

Não faço ideia o que é passar por isso, mas se alguém próximo de mim se sentisse assim, faria de tudo para estar perto dela..
É muito bom ter o apoio dos amigos e de quem se ama, há momentos muito difíceis na nossa vida..e solitários..e é aí que precisamos dum ombro amigo.
Agora que sei de ti...espero que nos vás pondo a par de ti e da tua saúde, não te esqueças que estamos deste lado.
Tens de ter muita coragem..mesmo muita...

um beijo...

tulipa disse...

Obrigada Kris sempre fui apelidada de uma mulher de coragem...por isso muitas vezes acharem que me desenrasco muito bem sózinha...
Para já estou em fases de exames com algumas certezas e algumas incertezas...
È bom um abraço mesmo virtual
tulipa

M. disse...

Sabes, acho que não precisas de palmadinhas nas costas. Tenho a certeza. A primeira parte do teu post não comento em demasia: conheço bem demais aquele cenário. Conheço os lenços na cabeça, os olhos mortiços, as caras pálidas. Conheço o antro da dor. E finalmente conheço o que sentes e digo.te que ficará do teu lado QUEM realmente importa e com o resto não te deves preocupar. E não te apoquentes por dar mais do que recebes. É tão bom dar ou darmos mais de nós aos outros e ver as suas expressões é mais do que receber, completa-nos. O resto vem por acréscimo.

Não desesperes.

sabes onde me encontrar.

Abraço

orquídea disse...

tulipa, apenas posso fazer uma pequena ideia das tuas angústias e receios. Aqui nesta rede de mensagens escritas e lidas, espero não me perder no anonimato. Por isso, aceita o meu abraço com carinho. E muitos parabéns para o filhote (tenho um quase da mesma idade :) ) A ambas, os meus desejos de um futuro risonho e com saúde.

Dantins disse...

Percebo essa tua solidão. Acredito que serás uma mulher de força, mas nos momentos mais difíceis faz-nos sempre falta um ombro amigo.
Tudo vai correr bem e espero que os que te rodeiam e que certamente te amam fiquem mais atentos às tuas fragilidades.
Espero que o teu rebento tenha tido um feliz aniversário.
Um abraço com muito carinho.

g disse...

Há momnentos tão dificieis que só posso ficar mais atenta, um abraço e muita força.
Bjs nossos

a disse...

Um abraço forte para ti.

Um beijo de parabéns ao filhote.

mots a la bouche disse...

Apesar de ter perguntado no dia... um beijo e força

tulipa disse...

Mots a la bouche

É verdade que perguntaste no dia e peço desculpa não o ter referido..sim mandaste uma MNS a perguntar ...mas às vezes precisamos de mais que uma simples pergunta por mensagem, um abraço, um telefonema...e tu sabias que estava bem nervosa e que precisava mais que isso!
Mas agrdeço de coraçao teres-te lembrado... e desculpa a omissão...teve haver mais como a forma como as coisas são sentidas e não pq me esqueci que o fizeste.
um abraço e força para ti tb.
tulipa

fiel.jardineira disse...

Um abraço, um desejo de melhoras, um pensamento de optimismo, e a certeza de que muitos pensam em ti mas não têm a tua força...foi isso que aconteceu. Parabens ao filhote :) beijinho

Parapeito disse...

Sei perfeitamente o que sentiste...
Doi ..doi mto sentirmos que estamos sós numa altura assim
Certo que somos nós que temos de arranjar a força...a coragem...para andar...mas ás vezes precisamos de alguem que nos segure..que nos ajude a subir ...
Sei que ás vezes..as pessoas nao perguntam...porque não sabem como contornar o assunto..afinal é algo que assusta sempre...tentam nao pensar...não dar assim mta importancia...como se isso fosse forma de afastar a gravidade de certos assuntos...
Não deixes que tudo isso te afecte muito...Guarda forças...para cada dia...e continua a ser assim...atenta aos outros...a fazer aos outros o que gostarias que te fizessem...um dia Acredita...vais ver que valeu a pena...e menina....que a Força esteja contigo

maria teresa*****************